Nietzsche-Schopenhauer: ecologia cinza, natureza agônica

CARVALHO, Ruy; COSTA, Gustavo; MOTA, Thiago (orgs.).
Fortaleza: Ed. UECE, 2013. 372 p.
ISBN: 978-85-7826-174-0

1_Nietzsche-Schopenhauer--ecologia-cinza--natureza-agonica-_321410031967_botao-comprar

Os textos que o Apoena – Grupo de Estudos Schopenhauer-Nietzsche torna público com o presente livro foram, em sua grande maioria, originalmente apresentados nas conferências e minicursos do IV Encontro Nietzsche-Schopenhauer, realizado em novembro de 2012, no Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e nas dependências do Centro de Humanidades da UFC, em Fortaleza–CE. Os Encontros são promovidos pelo APOENA e pelo PET – Programa de Educação Tutorial em Filosofia da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Neste quarto Encontro, com o tema: “Ecologia cinza, natureza agônica”, propôs-se uma discussão acerca da relevância do pensamento dos dois filósofos para uma compreensão – e mesmo contraposição – à problemática ambiental e ecológica, paradigmática em nossa época. Ambos as concepções de Natureza são marcadas por uma tensão inteiramente incompreensível para o chamado ecologismo, mas que é o foco daquilo que poderíamos chamar de ecologia cinza. Esse é o fio comum que agrupa os textos da primeira parte deste volume. A segunda parte traz textos mais diversos, que giram em torno da questão ético-política dos afetos e paixões a partir de Schopenhauer e Nietzsche.

É com enorme alegria que o Apoena divide agora com o leitor, o prazer que sentiu em desfrutar do convívio, das falas e das discussões vividas durante o nosso IV Encontro e que esperamos poder repetir em novembro próximo, no V Encontro Nietzsche-Schopenhauer/VI Colóquio Internacional Schopenhauer.

O Apoena – Grupo de Estudos Schopenhauer-Nietzsche existe desde 2008, formado por pesquisadores locais interessados no pensamento desses filósofos e em seus desdobramentos na contemporaneidade (http://apoenafilosofia.org). Além dos Encontros Nietzsche-Schopenhauer, o Apoena publica semestralmente a Lampejo –Revista Eletrônica de Filosofia (http://revistalampejo.apoenafilosofia.org).

Sumário

Apresentação

Parte 1: Schopenhauer, Nietzsche e a Natureza

Jair Barboza: A redescoberta da natureza nas filosofias de Schelling e Schopenhauer como reação ao acosmismo de Fichte

Wilson Frezzatti Jr: Tabu, de Alan Watts: algumas reflexões sob a perspectiva nietzschiana

Jarlee Salviano: O olho da mosca: a antinomia do conhecimento na filosofia da natureza de Schopenhauer

Daniel Carvalho: O silêncio da natureza e o barulho da moralidade: Nietzsche e o problema da antropomorfização

Leandro Chevitarese: Schopenhauer e a ética ambiental

Manfredo Oliveira: Crise ecológica e sustentabilidade

Parte 2: Ética e Política, Verdades e Ficções, Afetos e Paixões

Miguel Angel de Barrenechea: Grande política, nova era trágica e transvaloração de todos os valores

Luana Diogo: A significação da noção de niilismo nos escritos do último Nietzsche

William Damasceno: A compaixão como fundamento da ética em Schopenhauer

Pablo Severiano Benevides: Nietzsche e a genealogia da mentira da verdade

Catarina Rochamonte: Schopenhauer e Bergson

Ivan Maia de Mello: A experiência psíquica dos afetos e paixões numa perspectiva nietzschiana

Thiago Mota: Para uma genealogia da agonística: Nietzsche e os sofistas, segundo Lyotard

Rogério Lopes: A catástrofe do humanismo: agonismo e perfeccionismo em Nietzsche

Ernani Chaves: Nietzsche contra Schleiermacher: o oral e o escrito em Platão

Ruy de Carvalho e Gustavo Costa: Cai a cortina, misturam-se os papeis: desencontros e reencontros entre Nietzsche e Schopenhauer