Nietzsche-Schopenhauer: gênese e significado da genealogia

CARVALHO, Ruy; COSTA, Gustavo; ARRUDA, José Maria (orgs.).
Fortaleza: Ed. UECE, 2012. 398 p.
ISBN: 978-85-7826-109-2

1410031967_botao-comprar

A série de Encontros Nietzsche-Schopenhauer, organizada pelo grupo de estudos Apoena, em parceria com o PET – Programa de Educação Tutorial em Filosofia da UFC, iniciou-se em agosto de 2009, no Auditório Luiz Gonzaga do Centro de Humanidades da Universidade Federal do Ceará, em Fortaleza, contando com a participação de professores convidados de universidades locais e de outros Estados. Como primeiro encontro, teve como objetivo principal recolocar no cenário da filosofia local a relevância, para a boa compreensão de importantes tópicos das filosofias de Schopenhauer e Nietzsche, da retomada das mais interessantes intuições de ambos os pensadores.

O II Encontro Nietzsche-Schopenhauer foi realizado em novembro de 2010 no auditório da Livraria Cultura nas dependências do Centro de Humanidades da UFC, contando também com a participação de professores de diversas universidades locais e nacionais. Com a proposta temática: gênese e significado da genealogia, procurou-se pôr em discussão os tênues limites entre ambos os pensadores e a precoce “convalescença” nietzschiana em relação a seu antigo mestre, contemplando as cicatrizes oriundas desse rompimento.

O Apoena – Grupo de Estudos em Schopenhauer-Nietzsche existe desde 2008, formado por pesquisadores locais interessados no pensamento de Schopenhauer, Nietzsche e em seus desdobramentos na contemporaneidade.

Sumário

Apresentação
Ruy de Carvalho

Clément Rosset e Schopenhauer
José Thomaz Brum

Schopenhauer: filosofia do absurdo ou do limite?
Ruy de Carvalho

Schopenhauer nas extemporâneas de Nietzsche
Rosa Dias

O cinza e as cores: gênese da genealogia de Nietzsche
Daniel F. Carvalho e Gustavo N. B. Costa

Nietzsche, Foucault e o sentido da genealogia
Thiago Mota

Ética e metafísica em Schopenhauer: a verdadeira liberdade e o sentido moral do mundo
Francisco William Mendes Damasceno

O tema do ressentimento na Genealogia da moral de Nietzsche
Antônio Rogério da Silva Moreira

“Pregar a moral é fácil; fundamentá-la é difícil”: a propósito da contraposição entre fundamentação e genealogia da moral
Evaldo Sampaio

Schopenhauer e a filosofia oriental: entre o hinduísmo e o budismo
Deyve Redyson

Crepúsculo da “música absoluta”
Fernando R. de Moraes Barros

Teoria do amor sexual: uma reflexão em torno de Schopenhauer, Platão e Freud
Jair Barboza

As ilusões do progresso histórico e a Segunda consideração extemporânea de Nietzsche: o fim das teleologias históricas da modernidade e a história como obra de arte
Eduardo Lima

Nietzsche e o pensamento pós-metafísico
José Maria Arruda